Dificuldades em deixar um comentário? Então clique aqui.


sexta-feira, 16 de julho de 2010

Poema

Oi Meninas!

Hoje, aproveitando um pequenino descanso, fiz algumas visitas em blog que costumo acompanhar. E eis que, ao visitar o blog de Isi, www.eltallerdeisi.blogspot.com, da Espanha, encontrei um pequeno e lindo poema que ela colocou no blog e eu tomei a liberdade de copiá-lo e também postar aqui, para que todas voces pudessem ler. Ela, Isi, como eu está na mesma situação, sua filha está indo por um tempo para Alemanha, e ficará por lá para aprender mais algumas coisas e aperfeiçoar o idioma. Sei perfeitamente o que ela está sentindo, é muito difícil nos separarmos de nossos "filhotes", mas se eles tem a aportunidade de aprender mais, temos que ser as primeiras a abrir caminho para isso, mesmo que nosso coração fique apertadinho, morrendo de saudades de abraçá-los, sentir seu cheirinho ou mesmo dar umas broncas de vez em quando. Dá saudades, mas ainda bem que temos Skype e assim podermos ver suas carinhas, ouvir a voz, e matar um pouquinho a saudades que sentimos.

Pois bem, chega de "chororo" e nostalgia.

Aqui está o poema de Kalhil Gibran.

"Tus hijos"

Tus hijos no son tus hijos,
son hijos e hijas de la vida,
deseosa de si mesma.

No viene de ti,
sino a través de ti,
y auque estén contigo,
no te pertenecen.

Puedes abrigar sus cuerpos,
pero no sus almas,
porque ellos,
viven en la casa del manãna,
que no puedes visitar,
ni siquiera en sueños.

Puedes esforzarte en ser como ellos,
pero no procures hacerlos semejantes a ti,
porque la vida no retrocede ni se defiene en el ajer.

Tu es el arco del cual tus hijos,
como flechas vivas,
son lanzados,
Deja que la inclinaciõn,
en tu mano de arquero,
sea para la felicidad.




-----
Achei lindo e verdadeiro!

-----

Um excelente fim de semana para todas.

Beijos,
Maria Josefa
*************

2 comentários:

PROJETOS - Cláudia Kimura disse...

Realmente Mazé...lindo e verdadeiro. Assim fomos e assim eles são e desse jeito , nossos netos serão, portanto... beijos linda...
Cláudia.

L3 Patch`s disse...

Olá Maria,
"...Ainda somos os mesmos
e vivemos
como nossos pais."
Lembra desta música?
Assim é a vida!!!!!!
Beijos